ABSOLAR se reuniu com a Diretoria de Agronegócios do Banco do Brasil, para o lançamento do Programa Nacional de Agroenergia

MARCO HISTÓRICO PARA O SETOR SOLAR FOTOVOLTAICO!

A ABSOLAR se reuniu com a Diretoria de Agronegócios do Banco do Brasil, para o lançamento do Programa Nacional de Agroenergia para financiamento de sistemas solares fotovoltaicos no meio rural.

O programa

O programa irá possibilitar e promover a instalação de placas fotovoltaicas, aerogeradores ou biodigestores, etc, a fim de que o custo de produção seja reduzido nos terrenos. Além de possibilitar também a redução de custos de produção, a geração de energia auto suficiente, a transferência de tecnologia ao campo, manutenção de renda, ampliação dos negócios no setor, entre outros benefícios.

Apesar da grande viabilidade econômica dos sistemas solares (pensando na grande capacidade de geração e longa durabilidade), o valor de investimento sempre foi um empecilho para a disseminação dessa tecnologia nesse setor. Exatamente por isso, as linhas de financiamento surgiram como uma solução para os produtores que buscam gerar sua própria energia limpa.

As taxas de financiamento irão variar de 2,5% a 12,75% ao ano, com um prazo médio de 10 anos, lembrando que o financiamento poderá alcançar 100% do projeto. Para atender os grandes e pequenos produtos, o teto do valor financiado será de R$30 milhões. Setores como o suinocultura e avicultura, que têm um consumo mais elevado de energia, terão preferência na hora de escolher os projetos para financiamento, os quais deverão ter até 1 MW.

As linhas de financiamento são: Inovagro, Pronamp, Investe Agro, Pronaf Eco, Pronaf Agroindústria, Prodeccop e o FCO Rural, para a região Centro-Oeste.

“O apoio aos projetos de geração sustentável de energia elétrica com condições diferenciadas no agronegócio reconhece o potencial das energias renováveis e da inovação do Agronegócio no Brasil. O Programa Agro Energia reforça o compromisso do Banco com a sustentabilidade”, explica o comunicado oficial do Banco do Brasil.

O presidente executivo da ABSOLAR, Dr. Rodrigo Sauaia, afirma que o programa representa uma grande evolução para o financiamento dessas fontes energéticas, além de ser uma ação coordenada, já que o BB Agro Energia é focado no setor agrícola. “O programa tem abrangência nacional, agora o foco é o agronegócio brasileiro. Isso é muito sinérgico,” 

A associação já vem há alguns anos buscando a implantação de linhas de crédito para o setor agrícola, inclusive a ABSOLAR está trabalhando em conjunto com o banco para que haja uma linha de financiamento para o setor urbano também.

O futuro

Linhas de financiamento como a Agro Energia ajudam a impulsionar a instalação de sistemas de energia solar no Brasil. Segundo dados da ANEEL já são mais de nove mil sistemas fotovoltaicos instalados. A projeção é que até 2024, 1,2 milhão de brasileiros já estejam produzindo sua própria energia.

Saiba mais sobre o programa: bit.ly/2p6EqLb
 

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok