Confira os destaques do congresso do SNEC

A 13ª edição do SNEC (International Photovoltaic Power Generation and Smart Energy Exhibition & Conference) ocorreu no início de junho, na cidade de Shangai (China). O SNEC é um dos principais eventos do setor solar fotovoltaico no mundo, contando com 17 pavilhões, mais de 1800 expositores na feira e 200.000 visitantes.

A ABSOLAR esteve presente para palestrar no congresso e realizar três visitas técnicas, em parceria com o Sebrae-MT e empresas locais.

Foto: ABSOLAR participou da abertura do SNEC 

Confira abaixo os principais destaques das sessões do congresso:
 

Sessão de abertura

GSC - Pranav Metha
  • Fonte solar FV ultrapassou a marca de 500 GW instalados no mundo. Estamos caminhando para em breve atingir a era dos Terawatts! A fonte solar FV está se tornando cada vez mais relevante para o desenvolvimento das matrizes energéticas e elétricas do mundo.
  • Novos mercados estão se desenvolvendo no mundo, com destaque para Brasil e México nas Américas, os países do Oriente Médio, diversos países da Ásia e alguns dos países da África.
  • Precisamos avançar no engajamento da sociedade em favor das fontes renováveis e da energia solar FV. 

CPIA - Jifan Gao
  • Setor solar FV está avançando com novas tecnologias, permitindo o aumento da eficiência dos equipamentos.
  • Para 2019, a expectativa é de adicionar 44 GW na China.
  • Solar FV já é a fonte número 1 em termos de novas instalações mundiais em energia elétrica. Os preços continuam sendo reduzidos ano após ano.
  • 196 países já assinaram o Acordo de Paris e mais de 150 países já possuem metas nacionais para ampliação das energias renováveis.
  • Uma nova revolução industrial já começou, na qual a fonte solar FV assumirá papel de destaque.
  • No futuro, construiremos um novo sistema energético global, mais inteligente, distribuído, renovável, de baixo carbono e mais competitivo. 
 
SERIS - Armin Aberle
  • As mudanças climáticas são reais e estão avançando de forma preocupante no mundo. Para combater estas mudanças, as fontes renováveis, em particular a fonte solar fotovoltaica, terão papel fundamental para a transformação do sistema energético mundial rumo a um novo caminho sustentável.
  • O congresso possibilita debater e aprofundar o conhecimento e as experiências em diferentes conceitos, tecnologias e aplicações da energia solar fotovoltaica, e apresentar inovações que poderão ajudar a aprimorar produtos e reduzir os custos da energia solar fotovoltaica.




Sessão 1
 
SPIC - Xiaoping Xie
  • Estação de teste de equipamentos fotovoltaicos com um total de 100 MW de potência instalada, em operação por mais de 3 anos.
  • Comparação da performance solar fotovoltaica em 5 áreas diferentes, bem como com 23 diferentes modelos de módulos FV, 21 modelos de inversores fotovoltaicos. Foram comparadas 17 diferentes tecnologias, 30 materiais, 15 dispositivos e 30 novos designs de operação.
  • Empresa utilizando esta estação de teste como um piloto para adquirir conhecimento e experiência com a fonte solar fotovoltaica, para aplicação em projetos futuros e em seu processo decisório interno. 
 
GCL - Gongshan Zhu
  • A integração da geração e armazenamento de energia elétrica irão eliminar as limitações atuais da fonte solar fotovoltaica e abrirão espaço para novos mercados e aplicações para o setor.
  • Internet, smart grid, big data, microrredes, armazenamento de energia elétrica e outros avanços tecnológicos estão ampliando o escopo e o ecossistema do setor elétrico, de modo que este setor está se tornando mais integrado com a sociedade. Estes avanços, combinados com novas inovações e tecnologias, desenvolvimentos científicos e tecnológicos, abrirão espaço para uma nova onda de desenvolvimento do setor solar fotovoltaico.
  • A integração das renováveis será uma das importantes tarefas para os próximos anos setor solar FV, em especial com a integração da fonte solar fotovoltaica com o armazenamento de energia elétrica.
  • A iniciativa "Belt and Road" do governo chinês representa uma grande oportunidade para o desenvolvimento do setor solar fotovoltaico mundial, em especial os países que participam da iniciativa.  Há possibilidade de maior colaboração em ações de pesquisa, desenvolvimento, inovação e implementação de energia solar fotovoltaica, bem como abertura de novos mercados. Podemos incorporar essa fonte em novos setores da economia, como no agronegócio, construção civil e outros.
  • Estabelecimento de uma plataforma de energias limpas ampla por meio de ações de colaboração e cooperação conjunta entre os setores privados.
  • A demanda por energia elétrica continuará crescendo no mundo, o que representa uma oportunidade para a fonte solar fotovoltaica. 

Jufeng Li
  • Principais tendências do setor energético e elétrico mundial e seus impactos na fonte solar fotovoltaica. A demanda de energia elétrica continua crescendo continuamente. O avanço das fontes renováveis também é uma megatendência mundial. China se tornou o maior consumidor de energia elétrica do mundo. Em cidades mais ricas da China, o consumo per capita de energia elétrica já atingiu os valores de países desenvolvidos da Europa, EUA e Japão. Participação de termelétricas a carvão na matriz elétrica mundial está caindo consistentemente.
  • Outra megatendência são as mudanças climáticas, sua importância para o mundo e a necessidade de redução de emissões de gases de efeito estufa. Até 2075, precisamos atingir neutralidade nas emissões de carbono do planeta, de modo a evitar os maiores impactos do aquecimento global. Ampliar a participação das renováveis e substituir o uso de combustíveis fósseis deixou de ser considerado um sonho e está se tornando uma possibilidade cada vez mais real.
  • Aumento da eletrificação das sociedades e necessidade de ampliar o acesso à energia elétrica para os milhões de habitantes que ainda não possuem eletricidade em suas casas e vidas.
  • Tecnologias de energias renováveis terão impacto na geopolítica do planeta e as nações precisam se preparar para participar deste processo. 
 
ISES - David Renne
  • Emissões de gases de efeito estufa (GEEs) continuam aumentando no mundo e atingiram novo recorde.
  • Um estudo da LUT apresenta caminhos para atingir uma matriz global 100% renovável, com os benefícios de que seria uma trajetória mais competitiva e barata do que a atual. Solar FV e eólica seriam as fontes líderes neste novo cenário, com destaque para a fonte solar fotovoltaica. Um movimento global para uma transição energética para 100% renováveis está acontecendo no mundo: Dinamarca, diferentes Estados e cidades dos EUA, entre outras metas rumo a 100% renováveis sendo divulgadas ao redor do mundo.
  • Para ampliar sua participação para 100% de renováveis nas matrizes elétricas do mundo, será fundamental a combinação de solar FV + eólica + armazenamento, buscando o ponto mínimo de custo global para fornecer geração firme e despachável: estudo de Minnesota apresenta 50% de overcapacity de solar FV/eólica como a melhor forma de atingir geração despachável com baixo custo, considerando os preços atuais de armazenamento de energia elétrica. 
  • Sungrow
  • Diversos países estabeleceram metas para phase-out de sua geração termelétrica a carvão mineral. A China precisa pensar sobre este tema também.
  • A expectativa de crescimento do mercado chinês solar FV para 2019 é de 45 GW, com crescimento consistente de +5 GW por ano para os próximos anos.
  • Precisamos trabalhar também em soluções além da tecnologia: redução de custos de capital, percepção de riscos e melhorias nos processos de projeto, instalação, operação, manutenção dos sistemas solares FVs de todos os portes e perfis.
  • Com o aumento da participação da fonte solar fotovoltaica na matriz elétrica chinesa (e de outros países), surge a necessidade de lidar com o curtailment da geração solar FV. Precisamos desenvolver novas tecnologias e configurações de sistemas, de modo a poder lidar melhor com o tema da variabilidade, incluindo o armazenamento de energia elétrica. Combinação da geração solar fotovoltaica com o armazenamento de energia elétrica até 2025, de modo que as UFVs possam oferecer energia elétrica de forma flexível e despachável durante as 24 horas do dia.
  • Combinação de diferentes tecnologias até 2025: solar fotovoltaica, smart grid, armazenamento de energia elétrica (de diferentes tecnologias, incluindo produção de hidrogênio), entre outras. 
 
Sunman - Zhengrong Shi
  • Os preços dos módulos solares fotovoltaicos foi reduzido mais de 300 vezes desde 1977, de US$ 76,00/Wp para US$ 0,25/Wp. A composição dos preços de módulos mudou muito ao longo deste período. No passado o preço das células fotovoltaicas era muito superior ao preço dos processos produtivos. Atualmente, o preço da laminação do módulo fotovoltaico já supera o preço das células fotovoltaicas. Como podemos continuar aprimorando a estrutura e composição dos materiais produtivos de módulos fotovoltaicos, bem como seus processos produtivos, de modo a continuar o processo de redução de preço dos equipamentos e da energia elétrica produzida pela fonte solar fotovoltaica? Seria possível buscar materiais alternativos?
  • Apresentou sua inovação em BIPV com módulos fotovoltaico flexíveis com película polimérica em vez de vidro. 

RTS Corporation
  • Total de 32 países participando da IEA PVPS (Brasil ainda não faz parte). Nova IEA PVPS Task 17 sobre solar FV + transporte. Em 2008, tínhamos menos de 15 GW de solar FV operacionais no mundo e ao final de 2018 atingimos 500 GW operacionais.
  • Tendências do futuro: aumento no uso de módulos fotovoltaicos com eficiências mais elevadas e produtividade maior. China está liderando no desenvolvimento e aplicação de células e módulos fotovoltaicos de maior eficiência. Módulos fotovoltaicos bifaciais também são uma tendência.
  • Sinergia entre solar FV e veículos elétricos pode ajudar a acelerar a transição energética e elétrica. 

SEIA - John Smirnow
  • O Governo Federal dos EUA continuará a utilizar medidas fiscais destinadas a promover o desenvolvimento de uma indústria fotovoltaica nacional e, possivelmente, a mesma estratégia será aplicada a soluções e componentes de armazenamento de energia. 

IHS Markit - Edurne Zoco
  • Transição energética do mundo rumo aos 3Ds: descarbonização, descentralização, digitalização.
  • Ampliação do escopo de tecnologias, com incorporação de novos modelos de negócio, ampliação da eletromobilidade etc.
  • Macrotendências: Redução dos custos das renováveis e do armazenamento de energia elétrica. Maior interesse de independência energética e elétrica, com aumento de segurança energética. Aumento dos preços de combustíveis fósseis e pressão por descarbonização.
  • Aumento dos preços de eletricidade dos consumidores finais e redução dos preços da geração solar fotovoltaica estão aumentando o incentivo pela autoprodução e o autoconsumo.



Sessão 2 - Global Green Energy Leaders Dialogue
  • Drivers da fonte solar fotovoltaica no mundo: transição energética para renováveis; evolução tecnológica; aumento da eficiência dos equipamentos; redução no uso de matérias primas; aumento na produtividade industrial; desenvolvimento de equipamentos cada vez mais eficazes, eficientes e potentes.
  • Aprimoramentos estão sendo realizados em várias áreas: células FV, módulos FV, inversores, rastreadores, serviços (projeto, instalação/construção, operação, manutenção, monitoramento etc.). 
 
SolarPower Europe - Michael Schmela
  • Mercados fotovoltaicos acima de 1 GW no mundo estão crescendo a cada ano: em 2017 eram 9, em 2018 foram 11 e em 2019 deverão ser 16. O setor solar fotovoltaico deve atingir 1 TW acumulado até 2023. 

CPIA - Bohua Wang
  • Após as mudanças em políticas de incentivo na China em 31/05/2018, o mercado sofreu uma redução no seu crescimento. Após as mudanças em programas de incentivo em junho de 2019, há expectativa de que o mercado se recupere.
  • Até 2030, a adição anual de capacidade instalada solar FV deverá atingir a marca de 180 GW/ano.
  • Acordo de Paris e metas nacionais de redução de emissões de gases de efeito estufa contribuem para o crescimento da solar FV no mundo, trazendo uma perspectiva positiva para o mercado.
  • A redução de custos da fonte solar fotovoltaica é um fator importante para o avanço do mercado e do setor. Muitas regiões do mundo estão atingindo ou próximas de atingir a paridade tarifária. 

APVIA - Gongshan Zhu
  • Novas tecnologias como células FV de heterojunção e perovskita são promissoras para o setor, especialmente devido aos menores coeficientes de temperatura, que permitem a geração de mais energia elétrica de uma UFV.
  • A combinação de solar FV e armazenamento de energia elétrica ampliará o uso da solar FV para novos mercados e aplicações. Precisamos desenvolver novas tecnologias, para que o setor continue competitivo e em crescimento. Precisamos ser otimistas, mas não cegos em nosso otimismo. 
  • Câmara de Comércio e Exportação da China - Guiqing Wang
  • Principais mercados para empresas chinesas do setor solar FV mudaram ao longo do tempo. Os mercados maduros, em especial EUA, Japão, Europa, China e Índia, continuarão representando uma fração majoritária das exportações chinesas do setor.
  • Novos mercados estão surgindo e tornando-se cada vez mais relevantes, em especial: países asiáticos, américas (em especial Brasil, México, Chile e Argentina), oriente médio e países africanos. Importante notar que 24% de todas as exportações chinesas do setor solar FV foram para mercados emergentes, cada vez mais fragmentados ao redor do mundo. Precisamos prestar atenção a estes mercados e apoiar o seu desenvolvimento, para manter o crescimento das exportações.
  • A velocidade de implementação das metas nacionais dos mercados emergentes varia muito de país para país e precisa ser acompanhada, em especial os fatores de crescimento: desenvolvimento da economia dos países; políticas e incentivos; acesso a financiamento; redução da percepção de risco. 

Global Solar Council - Pranav Metha 
  • Temos de compartilhar as boas experiências dos mercados em rápida expansão, de modo a aplicar estas boas práticas em outros mercados e regiões. Os principais drivers de crescimento da fonte solar FV incluem: evolução das matrizes elétricas; metas climáticas e de redução de emissões; avanços da tecnologia. Os mercados emergentes são uma oportunidade importante. 

SEIA - John Smirnow
  • SEIA está trabalhando em um novo conceito de "Solar Plus", desenvolvendo ações e parcerias com outros setores para crescer: armazenamento de energia elétrica, fonte eólica, consumidores corporativos. SEIA estabeleceu uma nova meta para levar ao Governo Federal dos EUA: atingir 20% de participação da fonte solar fotovoltaica na matriz elétrica dos EUA até 2030, equivalente a 500 GW de solar FV operacionais.
  • Para continuar crescendo mais rápido do que atualmente (10 GW por ano no momento), é necessário eliminar as tarifas estabelecidas pelos EUA contra produtos da China, que hoje estão em até 75% para o setor solar FV, encarecendo a energia solar fotovoltaica nos EUA. 

SER France - Xavier Daval
  • 70% da matriz elétrica da França é nuclear atualmente, ou seja, com baixa emissão de CO2. Porém, o governo finalmente percebeu que precisará mudar a matriz elétrica em poucos anos.
  • Pela primeira vez, a França está promovendo a fonte solar FV de forma mais presente, para viabilizar a transição energética da fonte nuclear para novas tecnologias mais competitivas. 

ABSOLAR
  • Mercado elétrico brasileiro é o maior da América Latina, com um mercado consumidor interno de mais de 200 milhões de habitantes, diversas indústrias eletrointensivas e fortes setores de comércio e serviços que demandam um volume considerável de energia elétrica.
  • Matriz elétrica brasileira possui 65% de fonte hídrica, além de eólica e biomassa, ou seja, com baixa emissão de CO2. Apesar disso, as mudanças climáticas já estão afetando a produção de energia elétrica pela fonte hídrica (secas, redução na hidrologia e disponibilidade de água para geração de energia elétrica), motivo pelo qual País precisa diversificar a sua matriz.
  • A fonte solar FV tem feito a sua lição de casa e demonstrado a sua competitividade, sendo hoje a segunda fonte mais competitiva do País, com preços mais atrativos que todas as fontes fósseis, bem como biomassa e pequenas hidrelétricas.  O setor está crescendo tanto na geração distribuída, que este ano deverá representar dois terços do mercado anual, quanto na geração centralizada, com a recente entrada da fonte no leilão A-6 do governo federal, uma conquista importante da ABSOLAR ao setor.
  • Estamos trabalhando para evitar retrocessos negativos na área de geração distribuída. O mercado solar FV brasileiro continuará sendo um mercado de mais de 1 GW por ano, com boas perspectivas.




 

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok