01/07/2015

ABSOLAR destaca cenário energético solar do país no Palmas Solar

  Voltar
Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos - TO
 
Sob a temática “Avaliação econômica, financeira e de emprego da energia solar”, o diretor Executivo da Associação Brasileira de Energia Solar (ABSOLAR), Dr. Rodrigo Sauaia, elucidou aos ouvintes do I Seminário Palmas Solar, a situação do Brasil e do Tocantins no cenário energético solar. O seminário que encerra nesta quarta-feira, 1º, na Universidade Federal do Tocantins.
 
Sauaia destacou que desde 2013, o Brasil vem enfrentando uma restrição hídrica com os problemas enfrentados pela região sudeste do país. “Isso nos levou não apenas a economia de consumo de água, mas repensar o modelo e buscar novas alternativas de produção energética”, analisou o diretor ressaltando que de acordo com o Ministério de Minas e Energia, o Brasil produz apenas 0,03% de energia solar.
 
O diretor afirmou ainda que apesar do grande potencial energético, o financiamento é um dos maiores gargalos do Brasil e a tributação ainda tem muito a avançar, mas sinaliza avanços como a autorização de isenção do ICMS concedida pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aos estados que aderirem à Resolução Normativa da Aneel nº 482/2012 que trata da geração de energia solar.
 
“São Paulo, Pernambuco e Goiás aderiram. Cadê o Estado do Tocantins? Ele não pode ficar de fora. O Tocantins é o estado com maior potencial solar da Região Norte, destacando as regiões de Dianópolis, Palmas, Porto Nacional e Jalapão”, questionou o diretor.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok