03/04/2020

ABSOLAR propõe ao governo programa de energia solar vinculada à Tarifa Social

  Voltar
UOL

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) propôs ao governo e aos líderes do Congresso Nacional um programa para instalação de placas solares para os consumidores de baixa renda, que poderia gerar uma economia de R$ 817 milhões para essa população ao longo de 25 anos.

A ideia surgiu após o governo e o Congresso avaliarem isentar da cobrança de energia elétrica os brasileiros de baixa renda cadastrados no programa Tarifa Social, por um período de três meses. O investimento previsto seria de R$ 350 milhões por mês, totalizando pouco mais de R$ 1 bilhão.

Segundo a ABSOLAR, com R$ 350 milhões seria possível instalar 87,5 mil sistemas solares fotovoltaicos, ajudando a recuperar milhares de empregos perdidos ao longo da crise e gerar uma arrecadação direta e indireta de R$ 237 milhões ao longo de 25 anos.

Resultaria ainda em economia de R$ 253 milhões na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), informa ofício encaminhado pela Absolar ao qual o Broadcast teve acesso, encaminhado aos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; do Senado, Davi Alcolumbre; e ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A associação destaca que a instalação dos painéis poderia ser realizada rapidamente, já com impacto nos próximos meses de crise, e com a vantagem de dar um alívio financeiro permanente para a população de baixa renda.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok