24/10/2020

Assinado contrato da PPP de energia fotovoltaica

  Voltar
Jornal de Uberaba 

Assinado na manhã de ontem o contrato para a sessão pública para a Parceria Público-Privada (PPP) da Energia Fotovoltaica da Prefeitura de Uberaba com o Consórcio Solares Uberaba, composto pelas empresas Sigma Engenharia Indústria e Comércio LTA, Mobit – Mobilidade, Iluminação e Tecnologia LTDA, Fiscal Tecnologia e Automação LTDA, Sitran – Sinalização de Trânsito Industrial LTDA, Selt Serviços de Engenharia LTDA, Innova Energy Serviços de Engenharia LTDA e Solarfast do Brasil LTDA.

Uberaba foi um dos primeiros municípios brasileiros a abrir processo licitatório para usina fotovoltaica na modalidade de PPP, cujo investimento é total da iniciativa privada, gerando sustentabilidade e economicidade para a Prefeitura. A concessão do objeto será pelo período de 26 anos, sendo um ano para implantação e 25 anos de contraprestação. O investimento será de R$ 60 milhões.

Serão três usinas com geração de cinco Megawatts (MW) para fornecimento de energia solar para a administração pública direta e indireta da Cidade. O consumo previsto da Prefeitura Municipal de Uberaba (PMU) será de 19.581.088 kWh/ano. A PMU deve reduzir em 24% os custos com energia elétrica.

O prefeito Paulo Piau desta o caráter inovador da PPP. "Foi difícil. Mas, hoje é um dia para comemorarmos. Uberaba avança nas inovações. Essa é mais uma inovação que estamos trazendo para a nossa cidade. A energia fotovoltaica, uma inovação em nível de Brasil e estamos trazendo para Uberaba, o que vai diminuir o preço da nossa energia e evidentemente diminuir gastos da Prefeitura", destacou.

O coordenador do Conselho Gestor de PPP do Município, Glauber Faquineli destaca que a modalidade de Parceria Público-Privada é inovadora. "O consórcio vencedor é formado por empresas conhecidas que tem raízes em Uberaba. Estamos desbravando novos mercados, com gente da gente", destacou.

Glauber lembrou que trata-se de um projeto de caráter sustentável. "Estamos trazendo essa vertente para o setor público. E mais, essa é uma parceria com transparência. Tudo o que foi tratado até aqui, foi em cima da mesa. Eu acredito que o modelo de PPP é a solução para destravar muitos problemas de infraestrutura no Brasil", frisou o coordenador do Conselho Gestor de PPP do Município.

O Controlador Geral do Município, advogado Leonardo Quintino destacou que a geração excedente, em torno de 596.292 kWh/mês será comercializada para o setor privado a preços menores. Ele destacou que foi um dos processos mais complexos da gestão Paulo Piau.

"É um marco da atual Administração. Será um divisor de águas em Uberaba. Foi um processo muito difícil, mas contou com a participação de todos os setores da Prefeitura", lembrou Quintino.

O secretário de Serviços Urbanos e Obras, Cláudio Junqueira também destacou a importância da PPP. "Um projeto audacioso. Estamos muito felizes pela participação da Sesurb", ressaltou.

Um dos integrantes do consórcio, William Oliveira, falou sobre a PPP. "Estamos orgulhosos por ajudar Uberaba com um projeto diferencial", frisou.

Outro integrante do consórcio, Paulo Frasson, disse que trata-se de um dos maiores projetos do gênero no País. "Só conheço um projeto parecido com esse, que está instalado em Petrolina, no interior de Pernambuco. Mas, posso assegurar que o de Uberaba é maior", ressaltou.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) - Regional Vale do Rio Grande, José Arlênio Veneziano, também participou da solenidade que ocorreu na Prefeitura de Uberaba. Ele destacou a importância de mais um projeto inovador a ser implantado em Uberaba.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok