01/08/2017

Conferência Internacional sobre edificações verdes abordará sobre energias renováveis

  Voltar
Brasil Solar

O setor de energias renováveis vem apresentando expansão nos últimos anos. Um levantamento da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) mostra que a participação de renováveis na matriz energética brasileira passou de 39,4% em 2014 para 41,2% no ano passado. No caso da oferta de energia eólica, a variação foi de 2% para 3,5% na comparação entre 2014 e 2015; já a de energia solar passou a representar 0,01% da matriz renovável em 2015. 

O assunto também é pauta quando se trata das edificações verdes. O Green Building Council Brasil (GBC Brasil), entidade que completa 10 anos na formação de uma comunidade em torno de edificações sustentáveis no país, realizará nos dias 08 a 10 de agosto a 8ª Greenbuilding Brasil Conferência Internacional e Expo, o mais importante evento do setor de construção sustentável da América Latina, que será realizado em São Paulo. 

O evento reunirá as mais modernas tecnologias e soluções para este mercado e apresentará em seu congresso importantes nomes ligados à eficiência energética, entre eles Sandro Yamamoto, da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), Leonardo Sant’Anna, da Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa (ABRAGEL), Rodrigo Lopes Sauaia, da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), Fernando Lopes, do Instituto Totum, além de Mário Sérgio F. de Vasconcelos, da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) que vão discutir sobre as linhas de financiamento para o setor. 

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) também contará com um espaço no evento para falar sobre o Projeto 3E, que tem como objetivo influenciar e desenvolver o mercado de eficiência energética em edificações comerciais e públicas, visando contribuir com a economia de até 106,7 TWh de eletricidade nos próximos 20 anos e com a redução de emissões de gases de efeito estufa em até 3 milhões de toneladas de dióxido de carbono (tCO2). 

Segundo Felipe Faria, diretor executivo do GBC Brasil e presidente do Comitê dos GBCs das Américas pelo World Green Building Council, o tema já é realidade no país. “E o evento tem por objetivo mostrar, além das tecnologias, os benefícios ambientais e até mesmo econômicos, para que a energia renovável seja, cada vez mais, parte do planejamento de novas construções”, comenta o executivo. 

O GBC Brasil tem o objetivo de acelerar a geração e o consumo de energia em edificações existentes e promover o conceito de Net Zero Energy Building (autossuficiência em energia) nas construções novas até 2030 e em todas as edificações até 2050, em consonância com os compromissos firmados entre o GBC e membros no COP Paris. Com isso em vista, lançará, durante a Greenbuilding Brasil 2017, a Certificação Net Zero Energy Building sobre autossuficiência energética em construções, “o que deverá impulsionar ainda mais esse mercado”, comenta Faria. Hoje, 90% das certificações de energias renováveis no Brasil, são para prédios LEED.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok