09/10/2020

Cuiabá assume 2ª colocação do ranking municipal de GD fotovoltaica, aponta ABSOLAR

  Voltar
Reportagem publicada no Canal Solar 

Cuiabá assume 2ª colocação do ranking municipal de GD fotovoltaica, aponta ABSOLAR

Segundo último levantamento realizado pela ABSOLAR (Associação Brasileira e Energia Solar Fotovoltaica),Cuiabá (MT) assumiu a segunda colocação do ranking municipal de GD (geração distribuída) no Brasil.

Os dados apontaram que a cidade atingiu 41,6 MW de potência instalada neste mês de outubro, um crescimento de quase 25% frente aos 33,7 MW registrados em setembro. A capital do estado de Mato Grosso ultrapassou o Rio de Janeiro, que possui 37,4 MW de potência.

“Cuiabá teve um salto importante. A geração de energia solar distribuída no município equivale a 1,1% de toda a potência fotovoltaica instalada no país. Importante também dizer que, com isso, desde 2012, já são mais de R$ 200 milhões em investimentos acumulados realizados pelos cuiabanos e pelo setor solar na tecnologia da cidade”, destacou Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR.

“No total, são mais de 1.200 empregos já gerados para a população, ajudando a agregar renda, inclusive, neste momento difícil da pandemia, em que o mercado continuou avançando com resiliência. Boas notícias para Cuiabá, para o estado do Mato Grosso e para a energia fotovoltaica que está ajudando a aliviar o bolso das empresas, população e também dos prédios públicos”, acrescentou o executivo.

De acordo com Sauaia, há ainda muito espaço ainda para Cuiabá avançar no uso dessa tecnologia. Por isso, a ABSOLAR está recomendando que o município estabeleça seu programa de desenvolvimento da energia solar, como fez, por exemplo, a capital do estado do Tocantins .

“Lá no Tocantins, Palmas desenvolveu seu programa Palmas Solar, que foi importante para o desenvolvimento da cidade. E Cuiabá pode avançar ainda mais construindo também seu programa de energia solar para incorporar cada vez mais essa tecnologia nas atividades e reduzir os custos com sustentabilidade”, concluiu o especialista.

Ranking de GD fotovoltaica

Segundo a ABSOLAR, em primeiro lugar permanece o município de Uberlândia, com 48 MW. A cidade mineira apresentou um crescimento de 15% em comparação com os 41,5 MW registrados no mês passado.

Já Fortaleza (CE) aparece na quarta colocação, com 38,8 MW, seguido de Teresina (PI), com 33,1 MW.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok