01/10/2020

Energia renovável gerou mais de 11 milhões de empregos no mundo em 2019

  Voltar
MSN Brasil 

As fontes renováveis de energia geraram cerca de 11,5 milhões de novos empregos globalmente em 2019, puxadas principalmente pela geração solar fotovoltaica, com 3,8 milhões de vagas, de acordo com números divulgados nesta semana pela Agência Internacional de Energia Renovável (Irena) em seu relatório anual sobre o setor. Segundo o levantamento, 63% desses novos empregos foram registrados na Ásia, o que confirma a posição da região como líder mundial do mercado de renováveis.

A geração de biocombustíveis registrou 2,5 milhões de novas vagas, especialmente em países como Brasil, Colômbia, Malásia, Filipinas e Tailândia, que figuram na cadeia global de abastecimento agrícola. Outros grandes empregadores no setor de renováveis foram a geração hidrelétrica e eólica, com cerca de 2 milhões e 1,2 milhão de empregos, respectivamente. Os dados da Irena foram repercutidos por Business Green, O Petróleo e BlueSol.

Em tempo: Enquanto isso, a Shell anunciou ontem (30/9) que deverá demitir até 9 mil funcionários nos próximos meses, o que representa mais de 10% de seu quadro funcional em todo o mundo. A medida faz parte do plano de reorganização da petroleira anglo-holandesa para descarbonizar seus negócios, diminuindo investimentos e custos na exploração de petróleo e intensificando esses recursos para fontes renováveis de energia. De acordo com a direção da empresa, o corte permitirá a economia anual adicional de até US$ 2,5 bilhões até 2022, dinheiro que será investido em novos negócios de baixo carbono. A decisão foi amplamente abordada na imprensa internacional, com destaques na BBC, “Financial Times”, “The Guardian” e Reuters.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok