09/10/2017

Grupo Total Energia chega ao mercado de GD solar no Brasil

  Voltar
Canal Energia

De olho no mercado da Geração Distribuída no Brasil, o Grupo Total Energia anunciou a entrada no mercado da EasySolar, criada para a venda de sistemas fotovoltaicos. Neste começo de operação, os negócios estão concentrados nos clientes de condomínios residenciais, mas a intenção é de atender todas as classes. “A ideia é atingir todos os nichos de mercado, queremos o maior público possível”, explica Rodrigo Pedroso, CEO do Grupo Total Energia.

De acordo com Pedroso, a EasySolar fechou parceria com a WEG para ser a fornecedora dos equipamentos dos sistemas, com exceção das placas fotovoltaicas. Segundo ele, essa parceria é um trunfo do negócio, já que a WEG é uma fabricante de relevância mundial. Apesar de sediada em São Paulo e buscar no futuro uma atuação em todo o país por meio de franquias, a empresa fechou seus primeiros contratos em Goiás, aonde já há uma forte presença da Total Energia.

A aposta em Goiás faz sentido, uma vez que o estado tem tudo para se tornar um dos melhores mercados brasileiros para GD. O governo estadual vem entregando conjuntos habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida dotados de sistemas de GD. O estado tem ainda um programa para a fonte e conta com a tarifa praticada pela Celg, que recentemente foi privatizada e agora é controlada pela Enel. Esse cenário acrescido do componente ambiental traz os ingredientes necessários para a adoção da microgeração. Para o executivo, a GD já é um conceito absorvido no estado. “O consumidor goiano já tem conhecimento dessa possibilidade, é um privilegiado por essa rede de circunstâncias”, aponta.

A empresa já está em conversas com incorporadoras para eventuais parcerias, tanto no âmbito do MCMV como de empreendimentos médios. Clientes da classe comercial como supermercados e drogarias também vem sendo alvo de conversas. Segundo Pedroso, os sistemas feitos nas casas de condomínios, como no Alphaville Araguaia, estão servindo de carro chefe para a empresa. “Estamos de fato olhando o mercado em geral”, revela.

A capacitação da mão de obra também é motivo de atenção na EasySolar. Por já ter uma atuação no setor elétrico, a composição do corpo técnico vem sendo facilitada, mas Pedroso concorda com a preocupação setorial sobre o assunto. Como qualquer pessoa pode comprar o kit de instalação, ela mesma pode fazer a instalação, mesmo sem ter conhecimentos de engenharia, instalação ou da inclinação correta de um sistema. “Isso pode gerar um transtorno para o cliente, a ABSOLAR tem feito um trabalho grande nesse sentido,”, conclui.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok