22/10/2020

Paracatu, em Minas Gerais, terá usina de energia solar com produção independente

  Voltar
Reportagem publicada no Portal Solar 

Com investimento realizado pela Solatio Energia de R$ 32 milhões, projeto é aprovado pela Aneel com geração de 300 MW fotovoltaicos

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acaba de aprovar a produção de energia solar, no formato independente, pela Usina de Energia Fotovoltaica Paracatu, controlada da Solatio Energia. A empresa vai implantar e explorar a UFV São João 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7, cada uma com 30 MW de potência, totalizando 210 MW no município de Paracatu (MG), para um prazo de outorga estipulado em 35 anos. O início da operação comercial é previsto para junho de 2022.

O investimento é de R$ 32 milhões, e está prevista para ser inaugurada até o final de outubro. Atualmente, o Noroeste mineiro concentra R$ 5,7 bilhões de investimentos confirmados e previstos, segundo balanço da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi).

Na mesma linha e também em Minas Gerais, a Aneel deu provimento para a Solatio autorizando a outorga das centrais fotovoltaicas Solatio Várzea 3 e 4, somando 90 MW de capacidade instalada no município de Várzea de Palma.

Até 2023, a Solatio Energia Livre vai investir mais cerca de R$ 21 bilhões em usinas fotovoltaicas no Estado de Minas Gerais. Desse total, R$ 1 bilhão estão destinados à geração distribuída, para atendimento a residências e pequenos estabelecimentos comerciais até 2023, e os outros R$ 20 bilhões a usinas de grande porte. Além de Paracatu, a Solatio também vai instalar usinas em Mirabela, Pirapora, Janaúba e Manga, no Norte de Minas. Serão construídos até 100 parques de 5 megawatts (MW) de potência cada, visando ao atendimento a residências e pequenos estabelecimentos comerciais mineiros.

O CEO da empresa, Walter Fróes, destaca que pelo menos R$ 150 milhões já foram investidos no segmento, desde o ano passado, para a implementação de seis usinas que já se encontram em operação. Dentre os principais projetos em andamento que irão injetar energia limpa e mais barata para consumidores de praticamente todo o estado de Minas Gerais estão as usinas de Uberlândia, São Sebastião do Paraíso, Patos de Minas, Três Corações, Varginha.

Os painéis estão espalhados por 900 hectares com um potencial energético de 780.300 MWh/ano, o equivalente para abastecer mais de 162 mil casas e pontos comerciais. Isso significa a redução da emissão de quase 5 mil toneladas de CO2 na atmosfera a cada mês.

A empresa também vai investir outros R$ 20 bilhões a usinas de grande porte, para fornecimento de energia a distribuidoras e consumidores de grande porte, como indústrias e shopping centers. “A instalação da usina vai contemplar diversas cidades mineiras, dentre elas Mirabela, Paracatu, Pirapora, Janaúba e Manga”, destaca Fróes.

Fróes explica que o atendimento 100% digital facilita adesão. Nesse caso, o titular da conta da Cemig acessa o endereço www.solatioenergialivre.com.br e segue os passos no simulador. “O sistema é inteligente e calcula a necessidade da sua casa, apartamento ou empresa e indica a quantidade de kWh por mês a ser alocado pela Solatio Energia Livre”, complementa.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok