26/06/2020

Unifacisa implanta usina fotovoltaica em campus

  Voltar
Mais PB 

A Unifacisa sempre foi uma instituição comprometida com a sociedade, com a promoção da saúde e bem-estar dos paraibanos, prova disso são os inúmeros atendimentos gratuitos realizados nas Clínicas-escolas e ações sociais em Campina Grande e região. Neste sentido, reafirmando também um compromisso ambiental, a Unifacisa implantou uma usina fotovoltaica no campus da instituição no bairro do Itararé.

Para o Chanceler da Unifacisa, Dalton Gadelha, a energia solar é uma grande oportunidade de desenvolvimento para o nordeste.

“Sempre pensamos no futuro do Nordeste e do nosso país, por isso optamos pela usina fotovoltaica. Nós entendemos que a energia renovável, além de ser muito boa para o meio ambiente, é extraordinária para economia do Nordeste. Todo o nosso ecossistema utilizará esse sistema, nossos três hospitais de oftalmologia, clínicas de odontologia, museu, TV Itararé, Escola Superior de Aviação Civil-Esac, tudo será alimentado por uma grande usina que entrará em operação em conjunto com o HELP – Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa”, disse.

A Usina fotovoltaica é um sistema de geração de energia em grande escala, que funciona transformando energia solar em energia elétrica, ou seja, capta a luz do Sol através de placas fotovoltaicas que transmitem essa energia para os inversores de corrente, onde convertem a energia contínua gerada pelo sistema por energia alternada, e distribuí pelo sistema elétrico já existente na instituição.

“É um sistema de geração de energia limpa, renovável e abundante no planeta. Principalmente na nossa região Nordeste e em especial na Paraíba, onde apresenta uma das maiores incidências de raios solares do Brasil, chegando a ter seis horas e meia úteis de luz solar por dia. O sistema implantado na Unifacisa é do tipo on-grid, onde a usina fotovoltaica é interligada na rede de distribuição da concessionária de energia local. Desta forma, nos períodos de menor incidência solar onde a geração de energia é baixa, o sistema recebe a energia elétrica da concessionária, e quando a um excesso de geração pelo sistema solar, essa energia é inserida na rede de distribuição da concessionária, gerando créditos de energia para a instituição”, afirmou o Gerente de Infraestrutura da Unifacisa, Eric Roberto dos Santos.

Segundo ele, a usina instalada na instituição tem 950 KW de potência, capaz de atender a demanda total de energia elétrica necessária para o funcionamento das instalações da Unifacisa nos meses de pico de consumo.

“Na maior parte do ano o sistema estará gerando mais energia do que o necessário, e esse excedente será distribuído para a concessionária gerando créditos para a Unifacisa. A implantação total do sistema está prevista para acontecer em 45 dias e foi dividida em duas etapas. A primeira etapa, já concluída, diz respeito a 60% do sistema, onde as placas fotovoltaicas captam energia solar nas coberturas do edifício. A segunda etapa, em execução atualmente, diz respeito a 40% do sistema, onde as placas fotovoltaicas estarão instaladas nas coberturas dos estacionamentos ao longo do Campus do Itararé”, concluiu.
  Voltar
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok