Novidades em Financiamento para Energia Solar Fotovoltaica

Tivemos nos últimos dias novidades importantes em favor do financiamento de projetos de energia solar fotovoltaica, que a ABSOLAR compartilha a seguir:

BNDES: conforme antecipado pela ABSOLAR após reunião com a Presidência e equipe do BNDES, foi anunciado pelo banco novo "Plano de ação para simplificar, agilizar e ampliar crédito às MPMEs". Dentro das iniciativas deste plano, estão dois avanços muito importante para a energia solar fotovoltaica:
  • Classificação de porte – Para adequar as condições de financiamento à realidade do setor produtivo, o BNDES ampliará de R$ 90 milhões para R$ 300 milhões, com base nos valores de Receita Operacional Bruta (ROB), o limite para enquadramento das MPMEs. A mudança, que reflete um novo conceito de classificação de porte de empresas do Banco, ocorre em linha com os padrões utilizados pelos agentes financeiros. Com isso, já em 2017, aproximadamente 1.500 empresas poderão obter financiamento do BNDES em melhores condições. Haverá também alinhamento do conceito de micro e pequena empresa com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei nº 155/2016).
 
  • Maior prazo do BNDES Finame – As MPMEs terão outras facilidades para a aquisição de máquinas e equipamentos. Os financiamentos contratados através do BNDES Finame terão prazo máximo de pagamento ampliado de 5 para até 10 anos.

Para mais informações sobre estes aprimoramentos do BNDES, favor acessar AQUI.

Fundos Constitucionais: O Conselho Monetário Nacional (CMN) reduziu as taxas de juros aplicadas nas operações de crédito contratadas com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). A medida, definida ontem, entra em vigor a partir do dia 1º de janeiro e também se aplica aos fundos do Norte e do Centro-Oeste.

Para o FNE, com a nova regra, os juros para investimentos ficam em 9% ao ano para empresas com faturamento de até R$ 90 milhões - número hoje aplicado é de 11,18% ao ano. Companhias cuja renda bruta total foi acima de R$ 90 milhões, o novo percentual é de 10,59% ao ano. Também foram estabelecidos os percentuais de bônus de adimplência.

Para mais informações, favor acesse aqui.

Com estas novidades, estamos avançando passo a passo na ampliação de opções competitivas de financiamento para o setor solar fotovoltaico, trazendo novas oportunidades de negócio e abrindo novos potenciais mercados ao setor.

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok